14 set

Minha casa passou por uma reforma grande. Na verdade, eu também passei. E decidi que além da minha casa e da casinha da minha alma, meu quarto também merecia mudança. E quem já teve instintos decorativos e resolveu revolucionar a casa, sabe que esse não é um departamente onde é fácil poupar dinheiro.

Meu guarda-roupa e minha cômoda estavam mais ultrapassados que usar polaina. Ganhei esse conjunto quando tinha 10 anos, tenho 24. Faça as contas. Meus móveis do quarto são mais velhos que muitas fãs de Restart. Mas meu orçamento atual também não permitia troca de móveis agora. Arteira como sou, resolvi reformá-los.

Apresento a vocês, a idosa da minha cômoda. Muito respeito a ela:

Como vocês podem ver, falta um dos puxadores.

Esse é o primeiro passo da reforma. Eles precisavam ser trocados, então antes de comprar novos, tirei um deles pra não errar a medida na hora de escolher.

Pensei em pintar a cômoda. Não que eu não seja capaz, mas quando pintura não é feita por um profissional com equipamentos profissionais e técnicas profissionais… A tendência é que o acabamento fique caseiro.

Pensei em colar papel de parede. Mas quando fui consultar os preços, quase saí correndo da loja por 3 dias e 3 noites sem olhar pra trás. Dez metros de papel custam em média R$ 280,00. Eu precisaria de 15m para encapar cômoda e guarda-roupa. Além do mais, colar papel de parede não é fácil como parece, ele não é autoadesivo. E convenhamos, que dor no coração eu sentiria se estragasse a quantidade equivalente a uma das portas do guarda-roupa.

Foi quando tive uma epifania: PAPEL CONTACT. Barato, autoadesivo, já tive experiências encapando livros. Acho que sou capaz.

Pra reformar essa cômoda eu usei:
  • Papel Contact preto (meça a quantidade a ser usada, eu tive que comprar o rolo fechado)
  • Régua
  • Tesoura
  • Estilete
  • Espátula
  • Puxadores novos
  • Chave Philips e parafusos
  • Minha intenção era fotografar o passo a passo, mas a minha câmera pifou justamente no meio da reforma. Vou explicar aqui os passos sem ilustração, espero que fique vizualizável e inteligível.

    1 - Retire todos os puxadores antigos.
    2 - Limpe a superfície onde você vai aplicar o contact. Isso é muito importante para que haja aderência.
    3 - Recorte o papel que você vai aplicar, deixando uma margem grande. Portanto, na hora de calcular a metragem a ser utilizada, conte esses excessos também.
    4 - Descole uma ponta do papel contact e cole na gaveta. Aos poucos, vá retirando o papel debaixo e alisando o contact com a espátula para não deixar bolhas. Se mesmo assim algumas bolhas se formarem, descole uma parte do papel e cole de novo. Mas não pode ser uma parte grande, por isso você tem que exercer seus poderes de meditação orientais e fazer isso com calma. Colar e descolar o contact várias vezes e em partes grandes vai tirar a aderência do papel.
    5 - Assim que terminar a colagem na superfície toda, passe o estilete rente as bordas das gavetas, retirando o excesso de contact.
    6 - Passe uma flanela limpando e instale os novos puxadores.

    E essa, é minha cômoda nova:

    Também fiz isso no guarda-roupa. Deu um pouco de trabalho, mas valeu a pena. Os móveis ficaram com acabamento perfeito, e ninguém acredita quando eu digo que é Contact.

    E aí, quem vai se aventurar no mundo do papel adesivo?

    Um beijo e um abraço, uma fita e um laço. (L)

    email

    Comente através do Facebook!


    Prefere comentar de outra forma?

    Comentários por Disqus