Arquivo da tag: internet

25/10/2011 | Por Viviam Santos | Variedades | , ,

Em um mês testei a Netflix, site que disponibiliza filmes e séries em “streaming” (transmissão pela web) aos seus assinantes. Conto aqui neste post o que achei sobre o serviço e o conteúdo!

A Netflix é americana, só chegou ao Brasil dia 5 de setembro desse ano, sendo o primeiro país da América Latina a ter esse serviço disponibilizado.

Netflix

“Na ampla e crescente lista de aparelhos compatíveis com a Netflix estão o Xbox 360, o Nintendo Wii e o Playstation 3; um conjunto de aparelhos de Blu-ray, TVs com conexão com a Internet, home theaters, gravadores digitais de vídeo e players de vídeo via Internet; Apple iPhone, iPad e iPod Touch, dispositivos Android, além de Apple TV e Google TV. No total, existem mais de 450 aparelhos compatíveis com a Netflix em todo o mundo. Clique aqui para ver os aparelhos compatíveis com a Netflix.”
(Netflix)

Ou seja, eu assisti apenas no notebook, mas há como conectar na TV, videogame, etc.

O primeiro fato legal do site é que ele deixa você testar um mês gratuitamente, todo o serviço. Depois desse período, caso não deseja continuar, é preciso cancelar para não ser efetuado o pagamento.

Algo que com certeza chama a atenção de novos assinantes é que os filmes são disponibilizados em alta definição (HD).

O sistema também tem sua versão em português para quem não quer em inglês – é só você configurar na página de sua conta.

As vantagens que vejo na assinatura de apenas R$14 por mês é que você assiste filmes e seriados pela web, só ter conexão com a internet (obviamente). Ou seja, seja em qualquer computador ou outro aparelho citado anteriormente a pessoa pode continuar assistindo ou filme ou série onde parou.

As legendas geralmente são em português, sendo que nem sempre há legenda em inglês ou do idioma oficial do filme. O áudio tem, quase sempre, a opção do português (brasileiro). O áudio original do filme sempre está como opção.

Algo que foi implementado no Netflix após o lançamento foi a integração ao Facebook. Com isso, as atividades suas e dos amigos em sua lista de Facebook que têm Netflix também são colocadas na página inicial do sistema.

Uma notícia de agora de outubro também é que quem tem smartphones com Android, pode instalar o programa da Netflix para esses aparelhos e assistir pelo celular! O que agora é uma vantagem extra pra quem tem celular com Android (com acesso à internet).

O interessante é que, antes de começar uma conta, o site faz um questionário para que a pessoa responda e, assim, o sistema teoricamente sugere filmes que tenham a ver com o que foi respondido. Se bem que não achei que o sistema tenha acertado muito meus gostos, apesar de minhas respostas estarem corretas…

Outra coisa que achei interessante, quando funcionou, foi quando comecei a assistir algo e parei no meio (apetando o botão de pausar); voltando à página inicial ela mostrou o que eu estava assistindo, no lugar onde havia pausado. Porém, quando testei e parei um filme no meio depois de novo, voltei à página inicial e não estava na parte que parei. Isso só deu certo uma vez, não sei porquê, e isso pelo jeito ainda falha, até onde vi.

A variedade de filmes e séries é bem legal, mas ainda não é uma completa biblioteca e pode deixar um pouco a desejar – apesar de haver centenas de títulos entre filmes e séries. Outra coisa que eu ainda espero é que mais títulos brasileiros entrem na biblioteca da Netflix, já que por enquanto o site conta com alguns mais famosos.

Se substituo os filmes com qualidade de alta definição vistos na TV ou baixados “paralelamente” pelo computador?

Não. Isso porque, creio eu, os serviços de banda larga disponibilizados no Brasil não atendem as expectativas para isso. Por exemplo, aqui em São Paulo assino um plano de 4MB da Ajato e parece uma carroça, então não me contento e não consigo ter muita velocidade com download/upload. Consequentemente, streaming como o do Netflix fica lento e sem muita definição de imagem como deveria ser. Agora, falando como alguém que mora na capital e no interior ao mesmo tempo, me parece que a mesma velocidade no interior de São Paulo é mais veloz e atende essa demanda. Ou seja, pode ser que para cidades que serviços de banda larga funcionem bem, e não têm muita demanda, a Netflix valha a pena.

Resumindo, atualmente a Netflix é pra passar tempo e ter mais opções de filmes, de forma rápida e prática. Se você procura qualidade e não tem uma internet acima de 6MB, talvez ainda não seja o ideal contar apenas com esse serviço para assistir filmes e seriados.

Para quem tem curiosidade da interface e layout do site deles, seguem abaixo as imagens que mostram boa parte das telas – com explicação sobre cada uma delas.

Questionário de cadastro da Netflix
Questionário de preferências pessoais ao cadastrar.

Tela inicial Netflix
Tela inicial da conta.

Página para títulos infantis
Página para títulos infantis é mais fácil de navegar e atrativa para crianças.

Escolha de gêneros de títulos
Menu de escolha de gêneros e destaques.

Detalhes do título consultado, votos e opção de play
Quando o mouse passa em cima de um filme, a página mostra mais detalhes, votação e a opção de play.

Tela do título quando ele é tocado
Quando dado o play, o filme fica ao meio da página, com opções de escolher áudio e legenda (geralmente inglês e português para áudio e normalmente português para legenda), tela cheia e voltar à página de início.

Pausa e opção de seleção de cenas durante o filme
Quando o filme é pausado e se move a barra de andamento do filme com o mouse, ainda clicado sobre a barra, são mostradas cenas anteriores, do momento e próximas cenas.

Filme tocado em tela cheia
O filme tocado em tela cheia (fullscreen), sem barra nenhuma de navegador ou sistema operacional. Os botões de navegação do filme aparecem quando o mouse é movido.

04/02/2011 | Por Viviam Santos | Variedades | , ,

Há um tempo eu pensava que os jogos de Facebook eram bem fraquinhos e nenhum me prendia a atenção. Passei um tempo jogando Farmville (no início) e recentemente Café World – que também é interessante, embora fique na mesmice. Foi quando descobri o Cityville e o ItGirl. Agora, nos minutos livres do dia, acesso os jogos para passar o tempo. Contarei neste post um pouco sobre eles…

CityVille

O CityVille é o jogo onde você pode criar a sua cidade, com casas, comércio, comunidades e órgãos públicos, e até prédios. Há a liberdade de decorar e colocar as ruas aonde você quiser, e ser matriz de um dos comércios – padaria, cafeteria, salão de beleza, loja de brinquedos, etc. -, instalando um deles na cidade de um amigo.

Se as pessoas de sua lista do Facebook jogarem também, você os adiciona para serem vizinhos. Além de eles poderem te ajudar com a sua cidade (extraindo dinheiro de cinco itens para você, para que sua energia seja poupada), podem te enviar itens, e você também pode ajudá-los da mesma forma e também entrando na cidade deles para fazer os cinco afazeres, assim, ter mais dinheiro, reputação e ganhar energia para fazer o que quiser em sua cidade.

É parecido com o famoso Simcity, com a diferença de no CityVille você poder adicionar seus amigos como vizinhos e claro, ser gratuito. É claro que o Simcity, por ser instalado em seu computador, é mais bonito, tem mais opções e é mais realístico (inclusive com desastres naturais), mas o CityVille está mesmo na categoria de jogos online – portanto, mais simples.

Um printscreen com observações para entender como funciona:

– Para comprar itens e movimentar mais a sua cidade, é necessário que você tenha as “moedas” do jogo – consegue extraindo do comércio e das casas. Junte dinheiro e depois gaste o necessário, pra juntar mais. Quanto maior o seu nível, mais caras as coisas vão ficando…

– Uma dica para ganhar mais dinheiro, é extrair dinheiro de uma vez só, da cidade toda – espere que todos os prédios peçam para extrair dinheiro. Assim, quanto mais coleta você pegar (clicando nas estrelas, moedas, etc que caírem), mais bônus você vai ganhando. Enquanto você clica nas moedas e itens que caem ao extrair, uma barra do bônus aparece e vai preenchendo até chegar no bônus “mestre supremo” – daí, você ganha quase 3 mil moedas, só desses bônus.

– As plantações abastecem os produtos (constados no menu do topo da tela) e, desta forma, o comércio de sua cidade. Portanto, construa armazéns desses produtos e plante o quanto puder. Cada planta tem um tempo de crescer, então confira para ver quanto tempo é preciso esperar para colher. Se não colher, apodrecem. É como no Farmville…

– Os trens estão disponíveis a todos que participam do jogo. Se quiser colocar barcos, terá de expandir seu terreno para a água (abaixo da cidade) e comprar os itens necessários para o píer funcionar. Nos trens, você compra e vende produtos, com amigos vizinhos – eles verão quando você quiser vender produtos a eles, e eles compram se quiser. Nos barcos, você apenas compra de cidades do mundo pré-estabelecidas pelo jogo – não há vizinhos envolvidos.

– As missões (os ícones verticais mostrados na tela) dizem o que fazer para conseguir dinheiro e experiência (para subir de nível). Dependendo da missão, você pode construir algo em sua cidade que você não podia antes. Cad auma dirá o que você ganha completando elas. Ou seja, faça o máximo de missões que puder.

– Os amigos ajudando (as fotos que aparecem) entraram em sua cidade (sim, foram eles, não foi automático) para te ajudar. Faça o mesmo, por gentileza e pra você ganhar experiência também, ajude-os também. Quando a foto de cada um aparece, você deve passar o mouse em cima da foto para aceitar a ajuda ou rejeitá-la.

– Toda vez que você extrai dinheiro de um lugar, ao passar o mouse em cima do prédio, ele dirá em quanto tempo você poderá extrair dinheiro de novo. Se for casas e prédios da cidade, terá um cronômetro. Caso seja comércio, dirá quantos produtos – indicados pela caixa, no topo da tela – ele gastou e quando precisará de novo. Por exemplo: 20/75 (gastou 25 produtos de 75 que eles tem). Quando você extrair dinheiro do comércio, aparece a caixa para que você reponha produtos – e cada comércio diz quanto precisa para repor quando você passa o mouse.

– Há vários tipos de casas que você pode construir, portanto, na opção “construir” do jogo irá dizer quanta gente cada casa leva à sua cidade. Não pode chegar nem perto do limite estabelecido pelo ícone de smile, ali embaixo. População feliz (como está na imagem) quer dizer que eles irão gastar mais e, portanto, você subirá de nível mais rápido (por movimentar a cidade a todo momento com o comércio). Para fazê-los feliz, ou aumentar a população sem que ela fique infeliz (carinha amarela), ou triste (carinha vermelha), é preciso construir sempre os “prédios comunitários” – prédios públicos. Construa todos que estiverem disponíveis para você poder construir o máximo de casas que puder.

– Quando você coleta itens de todos os prédios de sua cidade, você pode extrair também itens diferentes dependendo do tipo do prédio. Esses itens vão pra “coleções”, disponíveis no ícone que tem um presente desenhado, no menu. Quando você completar uma coleção (por exemplo, “Coleção Condomínio”), você pode ir nesse lugar do menu, procurar por essa coleção e trocar por um item que essa coleção dá em troca.

Essas são as coisas básicas que você tem que saber para aproveitar bem o jogo. De resto, vá jogando e aprendendo por si mesma. Leia sempre as dicas dadas por ele! Afinal, agora o jogo está em português para quem tem Facebook do Brasil – até eu começar a escrever esse post, era em inglês.

Há um post com mais informações sobre o Cityville no blog Chocottone, aqui.

ItGirl

O ItGirl é um jogo mais pra mulheres mesmo, a não ser que algum homem goste de comprar roupas – e de ter personagem mulher, porque só há como montar mulher no jogo.

O jogo se baseia nisso mesmo: compras de roupas, sapatos e acessórios! Como eu adoro tudo isso, entrei pra ver como é e gostei. Além de fazer as compras, você deve disputar com outras personagens do jogo, em festas (de preferência) ou na rua, para ganhar experiência e dinheiro. Se você cumprir missões de cada festa – ganhar de três personagens -, você ganha ainda mais dinheiro e experiência.

Você também pode ter um namorado – personagem gerado pelo jogo, e não por uma pessoa. Você consegue um sendo flertada por ele numa rua ou festa, ou você pode flertar ele. Se ambos quiserem, você consegue! Depois, deve beijá-lo a cada 8 horas (voltar no jogo só para beijá-lo), para que ele continue feliz e não termine com você. O que ele traz de bom a você é bônus em algo – que faça você ter mais dinheiro, confidência, etc – e claro, presentes.

Ganhando nível, são liberadas novas lojas ou mesmo lugares, com várias lojas a serem abertas conforme o seu nível. Você começa pela Union Square (Nova Iorque), depois tem Soho e Fifth Avenue (também em NY), e depois libera ruas de Los Angeles, ruas de Paris, Londres, e depois é mistério. Cada rua tem uma quantia de lojas a serem liberadas. Ou seja, demora para liberar todas elas. Eu estou no nível 30 e ainda não liberei todas da primeira rua de Los Angeles.

Agora, podem dizer que o objetivo do jogo é fútil… Eu concordo! Mas adoro mesmo assim, pois é divertido. Pelo menos até eu enjoar…

No printscreen acima você vê que eu estou na rua, em frente às lojas. O loiro ao meu lado é meu namorado atual. Deve ser meu 10º namorado, coisa do tipo… Porque não tenho taaaanto tempo sobrando pra beijar ele a cada 8 horas. Então é normal os namoros não durarem muito, eu acho… 😀

Algumas observações a partir da tela:

– Em “Shop”, você vê quais lojas você pode ir, e escolher em qual cidade (em abas).

– Clicando em “Party”, você vê quais festas estão disponíveis para você ir e qual o tipo de vestimenta você deve estar usando para ir, e outras informações como quanto dinheiro e experiência você ganhará se cumprir as três vitórias sobre três personagens. Aliás, as personagens são pessoas que estão mesmo no Facebook, mas não estão ali com você – o jogo gera as personagens automaticamente a partir das pessoas que jogam o jogo, ou seja, elas não estão de fato jogando ali.

– Em “Purse” (bolsa), há seus itens que a faz: ter mais energia (para comprar) e mais confidência (para disputar ou flertar). O ícone de energia é representado pela xícara de café, e o ícone de confidência é um coração.

– Há várias categorias de roupas, e cada uma tem um desenho definindo: “beach party” (“festa de praia”, sol); “outdoor event” (“evento ao ar livre”, árvore); “casual hip” (“casual dia a dia”, camiseta); “classy casual” (“casual de classe”, taça); “night life” (“vida noturna”, nota musical); e “black tie” (social “gravata preta”, gravata borboleta).

– Em “Dress” (vestir), você obviamente veste a sua personagem. Escolha qual categoria de roupas você quer vestir e componha o look. Para disputar, é essencial que vocês combine o máximo de peças que puder e o mais importante: as peças com mais pontos. Cada peça tem determinados pontos, e nem sempre são as mais bonitas. Portanto, na maioria das vezes você estará meio cafona, de tanta roupa e combinação feia – mas se ela tiver muitos pontos, é o melhor assim.

– “Awards” tem os prêmios que você já ganhou – após cumprir missões.

– “Rivals” (rivais) é uma lista de quantas personagens ganhou de você – e ali você pode disputar novamente com ela para tentar ganhar. Esse aqui eu não entendo ainda, pois já perdi a conta de quantas vezes perdi e quase nunca tem alguém na minha lista de rivais. Deve ser meio aleatório…

Clicando em sua personagem no menu, em “My Life” (minha vida), você terá acesso a informações gerais de como você está – inclusindo seu namorado, caso tenha um. Aparece a seguitne tela:

Já expliquei na imagem o que cada item quer dizer… Mas vamos a mais algumas observações:

– Você se customiza como quiser, a partir das características que o jogo oferece. Por motivos óbvios a minha tem cabelão cacheado e é branquela…

– Quanto mais “Hotness”, mais chances você tem de ganhar numa festa – caso sua vestimenta seja adequada a tal festa, como expliquei anteriormente.

– O “Clique Size” é a quantidade de amigas você tem adicionado (apenas pessoas adicionadas em seu Facebook, que estejam jogando).

– O “Closet Bonus” é, claro, quanto de bônus há em seu closet. Quanto mais roupas você tiver, mais bônus você terá. Ajuda muito para ganhar nas disputas.

– “Reputation” é quanto de reputação você tem, dependendo se você faz e mantém ou não seu namorado feliz. A minha não está tão boa, na tela, por motivos já explicados… Mas quant mais reputação, mais chances de você conseguir um ótimo namorado (que dê bons bônus e bons presentes).

Basicamente é isso! Agora é só escolher o seu jogo e se divertir…


A Crowdstar é a empresa que faz o ItGirl e a Zynga, o CityVille.

O ItGirl tem muitas coisas que podem ser melhoradas: como escolher também o tipo de seu corpo, ter mais características para customizar, não ter que beijar o namorado a cada 8 horas, entre outras coisas que a gente repara jogando. Aliás, é mais pesado para carregar que o CityVille, então é necessário ter uma boa internet para que o jogo funcione bem e rápido. É outro defeito…

O CityVille também pode pesar em algumas conexões, mas ainda é melhor para isso que o ItGirl. Além disso, às vezes dá erro e você deve entrar novamente no jogo. Não é sempre, mas acontece. Ou seja, os jogos não são perfeitos, mas servem para passar o tempo…

Se quiser me adicionar para jogar CityVille ou ItGirl, só procurar por “Viviam Alcalde” e dizer que quer jogar, que eu adiciono. 🙂

A loka fofa Paola Gavazzi é maquiadora, fotógrafa e blogueira do Truque de Maquiagem há um tempão. Acompanho o blog dela desde que comecei a xeretar sobre cosméticos e maquiagem na internet, há uns dois anos – quando o blog ainda estava no Blogspot. Afinal, sempre é bom ler coisas vindas de uma profissional, né? Temos muitas amadoras extremas, então é essencial acompanhar uma profissional também.

Enfim. O blog é legal e vale a pena seguir, mas recenetemente a Paola começou a fazer vídeos em seu canal no YouTube também! Chamados por ela de “Beauty Drops”.

Os vídeos são super bem produzidos (DDF Filmes) e ela é de um humor impressionante – é impossível não rir ao menos uma vez a cada vídeo. E o melhor de tudo: ela ensina e muito!

Então “se joga bee”, nos vídeos Beauty Drops do Truque de Maquiagem!

Abaixo vão dois vídeos dela com assuntos bem legais: como descolorir os pêlos e maquiagem para pele oleosa.


E aí, leitoras Mulherando, curtem vídeos também?

Será que me arrisco no YouTube?