Arquivo da tag: dicas

Após anos mantendo os cachos, descobri alguns produtos que foram ótimos para o meu cabelo. Então, aqui elejo os 5 que eu mais gostei e os indico com toda certeza para quem tem cabelos cacheados e crespos.

Confira no vídeo lá do meu canal no YouTube!

Os produtos que indico no vídeo:

  • SuperCream Creme de Coco para Cachos – Deva Curl

É o meu segundo favorito para definir os cachos. É um creme bem hidratante e denso, que ameniza bastante o frizz e define os cachos. O bom desse creme é que ele forma uma película envolta dos fios que pode ser “quebrada” após o cabelo secar – ficando mais definido.

  • Catwalk Curls Rock Amplifier – Tigi

É o meu preferido de todos os tempos! Tem textura bem pegajosa, que rende bastante, e faz os cachos ficarem muito definidos. A película que ele forma nos cabelos é ainda mais forte que o do SuperCream da Deva. Infelizmente, tem valor muito elevado no Brasil, mas pode ser comprado no exterior.

  • Pudding Curly Wurly – Lola Cosmetics

O creme da nacional Lola Cosmetics é um creme que define e ameniza o frizz, de forma mais leve que os cremes citados anteriormente. Ótimo para quem quer um produto de textura leve e que não pese nos fios, mas que ainda defina um pouco.

  • Mousse Modeladora Valorize – Amend

Excelente aliado para controlar o frizz do cabelo, definir mais as formas e ainda proteger do sol e do secador, chapinha e babyliss – pois é um protetor solar e térmico. É um mousse que rende bastante e é bastante versátil para o uso no dia a dia, pois também serve como um produto para redefinir os cachos no day after (nos dias em que não se lava os cabelos).

  • Argain Oil – Lola Cosmetics

O óleo de argan da Lola dá brilho e um pouco de maciez aos fios, além de amenizar o frizz. Adoro usá-lo para quebrar a película do creme leave-in após a secagem do cabelo. Tem um cheiro maravilhoso (lembra perfume masculino, mas fica bem suave nos fios).

E você, usa algum desses? Recomenda outros? Comente! 🙂

O primeiro vídeo sobre cabelo do canal lá no YouTube é sobre como usar difusor e finalizar cabelos cacheados ou crespos, com dicas de como deixar o cabelo mais bonito usando o difusor.

Também falo um pouco sobre os dois produtos que adoro usar atualmente na finalização do cabelo: o creme SuperCream Creme de Coco da Deva Curl, e o óleo de argan Argan Oil da Lola Cosmetics.

Confira o vídeo e não se esqueça de curtir e se inscrever lá no canal! 🙂

Só recapitulando por aqui também, depois que você lavou a cabeça e saiu do banho:

  • Tire todo excesso de água com uma toalha normal ou de microfibra (que não deixa frizz).
  • Aguarde de 15 a 30 minutos.
  • Passe seu creme leave-in por todo o cabelo, nas pontas e mecha a mecha – pode usar o método de fitagem (passando creme com os dedos como se formassem um pente).
  • Aguarde mais uns 15 a 30 minutos – você pode ir adiantando a maquiagem, ou tomar seu café da manhã, etc.
    Comece secando com o difusor na temperatura quente do secador, de baixo para cima (das pontas em direção ao couro cabeludo) – com a cabeça de lado e também virada para baixo. Aguarde cerca de 10 segundos em cada mecha.
  • Faça isso em todo o cabelo e cabeça (incluindo raiz, mas com temperatura mais amena).
  • Finalize com o jato de ar frio para fechar as cutículas dos fios, para o cabelo ficar mais brilhante e com menos frizz.
  • Você pode deixar secar o restante, caso não tenha secado completamente, ou já passar o óleo de argan nas pontas, amassando as pontas de baixo para cima e “quebrando” a película deixada pelo creme de pentear e tornando os cachos mais naturais, brilhantes e macios.

Volto com mais um vídeo do canal do meu canal no Youtube – aliás, estou viciada em fazer vídeos! Comecei tímida e agora estou adorando, porque acho mais fácil de explicar o que quero. Enfim! O tema do vídeo dessa vez é sobre as maneiras diferentes de aplicar base (líquida ou cremosa).

Formas de aplicar base - com dedos, esponja ou pincel

Veja no vídeo todas as formas, detalhadamente:

Se gostar, não se esquece de curtir o vídeo lá no YouTube? Vai me ajudar bastante!

E se você prefere conferir em texto, explico abaixo as 5 maneiras.

Aplicação de base com os dedos

Com os dedos, você pode aplicar a base com formas circulares. A cobertura fica mais natural.

Vantagens: Consegue espalhar a base mais rapidamente, com as duas mãos ao mesmo tempo em cada lado do rosto; acessa os pontos mais difíceis com facilidade.

Desvantagens: Eu acredito que desperdiça produto, porque a pele o absorve; ao invés de aplicar bem o produto, você o espalha, então pode “arrastar” produto e não ficar uma cobertura uniforme.

Aplicação de base com o pincel língua de gato

Aquele pincel de cerdas sintéticas e compridas, achatado, é conhecido como “língua de gato”. Com ele, você passa a base com ele inclinado (a uns 10 graus do rosto), em movimentos retos – para baixo, para os lados ou para cima.

Vantagens: Você consegue uma cobertura mais alta se quiser; talvez absorva pouco produto.

Desvantagens: Faz “riscos” com a base na pele, e você precisa suavizar essas linhas com os dedos ou com uma esponja, dando batidinhas; a aplicação é um pouco mais demorada.

Aplicação de base com esponja (tipo a Beauty Blender)

Com a esponja no formato oval, você deve mergulhá-la em água ou deixá-la uns segundos em água corrente, apertando-a depois para tirar o excesso. Depois, aplica a base com o lado mais gordinho, dando batidinhas com essa parte da esponja no rosto.

A esponja que usei no vídeo é a da Marchetti (embora no vídeo eu tenha falado que é da Kiss, ops).

Vantagens: Com batidinhas, a aplicação fica bem uniforme; você consegue fazer uma cobertura mais alta se quiser; a aparência fica “limpa”, sem marcas como alguns pincéis deixam.

Desvantagens: Apesar de molhada absorver pouco produto, ainda absorve um pouco, sim. (Talvez as de marca mais famosas, como a própria Beauty Blender ou da Real Techniques, absorva menos.)

Aplicação de base com pincel duo fiber

O duo fiber tem cerdas longas no geral, mas tem 2 tipos delas: uma mais comprida e outra mais curta. Você aplica a base com movimento circulares e com a mão “leve”, alternando com movimento de vaivém para cobrir determinadas regiões do rosto.

Há marcas que usam cerdas sintéticas junto com naturais, mas o que eu uso, da Macrilan (não há número de referência, é o modelo duo fiber deles normal), são só cerdas sintéticas.

Vantagens: Cobre rapidamente as áreas com os movimentos circulares, principalmente se o pincel for médio ou grande; cobre uniformemente a pele; dá um acabamento bonito (parecido com o de airbrush ou aerografia); desperdiça pouco produto (creio que os espaços que ficam entre as cerdas sintéticas, diferentemente do pincel língua de gato em que as cerdas ficam bem juntinhas, ajudam nisso).

Desvantagens: Não me lembro de desvantagem alguma! 🙂

Aplicação de base com pincel kabuki reto

O kabuki de cerdas de topo reto ou chanfrado (na diagonal, como o que eu uso no vídeo) tem cerdas bem juntinhas e é denso. Com movimento de “puxar” em cima da pele e movimentos circulares, até mesmo dando batidinhas em alguns pontos, você consegue aplicar a base.

O meu é também da Macrilan, o modelo “pincel chanfrado para base” (não há número de referência).

Vantagens: Aplica bastante produto de uma vez e você consegue fazer uma alta cobertura (depende também da sua base); permite que manchas sejam bem cobertas com a base; espalha o produto uniformemente.

Desvantagens: O meu pincel kabuki chanfrado marca com alguns “riscos” a pele com a base, mas ainda menos que o pincel língua de gato; também tenho a impressão que o kabuki aplica mais base em menor região do que os outros, fazendo com que você use mais produto, então há esse tipo de desperdício (que pode ser bom se você quer uma cobertura mais alta).

É isso! Essas são as formas e as minhas impressões sobre cada uma forma de aplicar base.

Como eu também disse no vídeo, essas maneiras também servem para aplicar corretivo, mas de modo mais suave e delicado, muitas vezes com “batidinhas” mesmo.

E você, qual forma mais prefere?