08/08/2011 | Por Colaboração | Saúde | ,

“Contém glúten” ou “não contém glúten”. Com certeza você já deve ter lido isso em alguma embalagem. Porém, poucas pessoas têm conhecimento do que é o glúten – apesar desse nutriente ter ganhado espaço nas dietas ultimamente, prometendo enxugar a silhueta.

O glúten é uma proteína, que está presente em todos os alimentos que levam trigo, centeio, cevada, aveia ou malte. É uma proteína importante na fabricação de pães e massas, pois é ela quem dá a consistência.

A informação na embalagem dos alimentos serve para alertar o consumidor à presença do nutriente que está ligada a doença celíaca, com o intuito de proteger essas pessoas sensíveis.

Mas o que é a doença celíaca? Os celíacos não produzem uma enzima responsável pela “quebra” do glúten, portanto quando essa pessoa ingere a proteína causa desconforto intestinal, causando irritabilidade, abdômen estufado, gases, vômito, diarréia e até anemia.

Ultimamente se fala muito em dieta sem o glúten, apontando que o nutriente favorece a redução de peso e proporciona maior disposição, bem como a diminuição do inchaço abdominal. Porém muitos especialistas afirmam que a doença celíaca é o único problema de saúde que exige a retirada total do glúten da alimentação. Uma boa comparação é: O glúten só faz mal a quem tem doença celíaca, assim como o açúcar para os diabéticos. Não existe nenhum estudo científico que condene esse componente do trigo, nem a relação do nutriente com a redução de circunferência abdominal, muito menos a relação dele com a obesidade.

Entretanto, ao ser removido do cardápio, o indivíduo pode sentir uma melhora na digestão com um efeito adicional: perda de peso. Uma perda que seria observada se tirasse qualquer outro item do cardápio.

Criou-se uma informação sem comprovações científicas dos malefícios do glúten. A tradução para essas dietas é simples: quando se evita alimentos com glúten, que está presente em muitas fontes de carboidratos, haverá redução de calorias e de peso.

A busca pela redução de peso faz com que dietas restritivas façam parte do cenário da saúde, em busca de uma solução. Restrição alimentar nunca será uma opção saudável, a menos que seja indicado por especialistas. A melhor alternativa é optar por um cardápio diversificado e saudável, para a redução de peso com segurança.

Curiosidade:

No mundo, a maior incidência de doença celíaca foi registrada na Argélia, que possui uma criança com o problema para cada grupo de 18. Os cientistas ainda não sabem dizer se o mal é genético.

27/07/2011 | Por Colaboração | Saúde | ,

Cuidar da aparência é, sim, uma questão de saúde. Quando se trata de saúde dos cabelos e pele, não basta apenas usar bons produtos, aparar as pontas, usar protetor solar, hidratantes e fazer tratamento no salão. A alimentação é uma grande aliada.

Um prato de comida regado com os alimentos certos também contribui. E para que todo esse tratamento seja eficiente é preciso ingerir nutrientes responsáveis pelo brilho dos fios e a textura da pele.

Conheça as substâncias e saiba em que alimentos encontrar os aliados!

Licopeno: Carotenóide responsável pela fotoproteção auxiliando na diminuição do envelhecimento da pele. Pode ser encontrado no tomate, melancia, beterraba e pimentão vermelho.

Magnésio: É essencial na formação de proteínas como a queratina, que constitui os fios e pele. A deficiência dificulta a absorção de água pela célula e prejudica a hidratação de ambos. Está presente em frutos do mar, abacate, melão, abacaxi, carambola e nozes.

Cálcio: A falta dele causa cabelos finos e quebradiços. Devem fazer parte da dieta leite e derivados, tofu, salmão e sardinha.

Sódio: Ajuda no controle de água de dentro dos fios, dando brilho. Presente em frutos do mar, tomate, aipo e tofu.

Flavonóides: Antioxidante que auxilia na eliminação das toxinas, sendo assim melhorando a circulação e contribuindo para que mais nutrientes cheguem às células. Com isso melhora o aspecto da pele e dos cabelos. Os alimentos fontes dessa substância são: maçã, cacau, uva, laranja e tangerina.

Potássio: Mantém a flexibilidade e a hidratação do cabelo. É encontrado em carnes magras, banana, pepino, uva, amêndoa, e sementes de girassol.

Zinco: Dá força aos fios. Presente em carnes, cogumelos, ovo, ostra e germe de trigo.

Q10: Coenzima com alto poder antioxidante que retarda o envelhecimento e suaviza as rugas. Presente na sardinha, espinafre, brócolis, feijão azuki, pistache.

Ácido pantotênico: Substância que modula o brilho da pele sem aumentar a oleosidade. Também é ótimo no tratamento da acne. Ele regula a utilização dos ácidos graxos pelo organismo e a atividade das glândulas sebáceas. Encontrado no abacate, cereais integrais e gérmen de trigo.

É por isso tudo que um cardápio saudável produz benefícios muito além dos meramente estéticos. Cuide-se!

26/07/2011 | Por Viviam Santos | Beleza | , ,

Os clássicos da Risqué, metalizados, flakes, holográficos e “4Ds”… Essas são as novidades para as novas coleções da marca. Ou seja: os coloridos continuam, mas agora foram adicionados vários tipos de brilho e efeitos.

O mesmo de sempre e um pouco do novo.

Bonequinha Charmosa: Um amarelo delicado e fashion;
Toque de Penelope: Tom nude com um toque rosado;
Armadilha Tropical: Tom verde tropical;
Relax da Penelope: Azul pastel claro;
Apuros em Miami: Um laranja ousado.

A Risqué manteve quatro hits de Penelope: os clássicos “cor-de-rosa” (Risqué Pink Vigarista, Risqué Momento Penelope e Risqué Penelope Charmosa) e o lilás clarinho (Risqué Charminho Lilás).

A Edição Especial Risqué Penelope Charmosa também está com novas embalagens, totalmente repaginadas.


Cobertura Encantada: cobertura hightech de flakes alaranjados e avermelhados;
Poção do Amor: um vermelho metálico tridimensional com glitter dourado;
Chão de Estrelas: o reflexo das estrelas do céu em um chão negro de asfalto;
Viúva Negra: a atração fatal do preto com pérolas vermelhas;
Besouro: todo mistério da camuflagem do besouro decifrada em uma incrível cor roxa esverdeada;
Miragem Azul: um azul fechado com efeito ilusionista e holográfico.

Esses são da edição especial Color Effect, com glitters e efeito holográfico, flake, além de pérolas e outros pigmentos.

A Risqué quis trazer neste lançamento o conceito de fast fashion – moda rápida, de consumo imediato, com o lançamento da primeira edição de Risqué Fast Fashion 01 – o Preto Fosco. Agora traz a nova aposta: a Edição Limitada Risqué Fast Fashion 02 – Ouro Nude.


Todos esses esmaltes já estão às vendas nas lojas especializadas e o preço sugerido para cada um deles é R$2,75.

Quem experimentar algum desses, conte nos comentários a opinião!

Página 28 de 103« Primeira...1020...2627282930...405060...Última »