Arquivos da categoria: Noivas

Após quase 4 meses de noivado e algumas pesquisas sobre os preços que envolvem uma festa de casamento – lugar de cerimônia e festa, horas do fotógrafo e filmagem, assessoria, decoração e principalmente buffet -, e quase cair durinha no chão ao ver o total das contas por baixo, cheguei ao noivo com a hipótese de não fazermos festa e só caprichar numa cerimônia bonita. Com lembrancinhas aos convidados, só pra não passar batido.

Vou aqui me estender a explicar por tópicos. Tanto aqueles a favor quanto contra a festa.

Acompanhe-os e veja se concorda!

Os contras da festa…

1. Os gastos
Tinha de ser o primeiro item, já que é o que causou a dúvida. O que pesquisei, mesmo um mini wedding, custaria cerca de 15 mil reais pra 100 convidados. Coquetel tem pouca diferença do buffet com jantar. O que não é tão abusivo, no máximo, é o “bolo com champanhe” servido aos convidados após a cerimônia. Mas, né, sem graça.

2. Com esse dinheiro, dá pra fazer uma bela viagem
Com o dinheiro gasto numa festa, mesmo que simples, já dá pra fazer uma baita de uma viagem de lua-de-mel! E são dias de boas recordações contra uma noite (abaixo descrita).

3. Com esse dinheiro, dá pra comprar móveis melhores ou matar parte da dívida da casa
Não dá pra não pensar que com 20 mil a casa ficaria bem mais bonita, decorada e equipada. Ou que daria pra matar um bom montante de parcelas do apartamento (a ser comprado por enquanto).

4. Festa mal aproveitada pelos noivos
Tirando os fatores financeiros, há esse fato ainda. Enquanto é um prazer agradar as famílias e amigos que tanto apoiaram, os noivos só aproveitam a valsa e talvez os mimos dos convidados, que prestam atenção ao casal. Agora… dançar, comer, conversar, nunca vi noivos conseguirem fazer e realmente aproveitar! O tempo todo praticamente é dedicado às fotos, a passar nas mesas, e às vezes pro noivo coletar grana dos convidados. Tudo faz parte da festa, ok. Mas será que vale os mais de 20 mil reais gastos?

5. Apesar dos gastos, ainda ter gente falando mal
Ou falando mal da festa, ou da noiva (ou do casal mesmo), das atitudes dos noivos na festa, do salgadinho, do jantar, da disposição das mesas… Etc etc etc. Já ouvi muito de canto de orelha, viu. E gente invejosa e/ou mal intencionada é, quase sempre, inevitável.

O que sentiria falta sem um festa…

1. A lembrança do casamento
É claro que numa cerimônia já poderia guardar lembraças através das fotos, de filmagem, de um belo discurso do padre, as palavras ditas pelos noivos, e os rostos orgulhosos e chorosos dos amigos e familiares.
Mas seria no máximo 1h30 de cerimônia, contra horas de uma festa. Seriam bem mais lembranças…

2. Não ter a valsa, momento único entre os recém-casados
Acho que desde menina, quando me imaginava casando, além do momento de entrar pelo corredor até chegar ao noivo, eu imaginava a valsa. Acho que toda mulher que espera se casar espera esses dois momentos únicos do casamento, em especial.
(Se bem que dá para os noivos dançarem uma valsa depois, sozinhos, no local que dormirem, ou na super viagem que pode ser feita. Quem sabe em Veneza? <3) 3. Não poder dar a alegria de uma festa aos convidados queridos
🙁

4. Não poder se divertir ao planejar a festa, com decoração do seu jeitinho e do noivo
Se eu não fizer mesmo festa, esse item com certeza me afetará. Uma festa que nunca tive, e nunca teria.

5. Festa de casamento é uma festa que deve ser única
Bons móveis podem ser comprados depois, parcelados. Viagem inesquecível também. Uma festa de casamento é a única da vida (ao menos queremos isso).

O peso na balança está bem equivalente. E as dúvidas entre os noivos desse lado de cá, permanecem!

Só decidiremmos após outubro, quando começaremos a ver aonde nossa vida e nosso dinheiro nos levará.

O que você acha sobre festa de casamento?

Quando noivei o Murilo deu a aliança sem o nome gravado. Até porque, é claro, o símbolo e significado da aliança é o que mais vale. Mas me perguntei no dia seguinte: será que não se grava os nomes mesmo?

A vendedora da loja onde ele comprou as alianças, por exemplo, nem informou que poderia gravar os nomes ao noivar. Além disso, a maioria dos casais noivos ou casados que conhecemos não gravaram o nome antes de casarem.

Então a dúvida permaneceu, mas a lógica pra mim sempre foi gravar, já que o casal firmou de vez o compromisso de casar. Se não há dúvidas, e trocaram as alianças, por quê não gravar?

Em pesquisa na internet, os sites que falam sobre casamento recomendam gravar sim. Mas depende também muito da opinião do casal.

Gravar os nomes em aliança de noivado, em minha opinião, não é só um ato que mostra a certeza do casamento um com o outro, mas também é mais um símbolo de laço fortificado e de romantismo.

Com tudo isso, tivemos a certeza e decidimos gravar, enfim. A data da cerimônia, que não temos certeza, deixamos pra gravar antes do casamento.

Quem concorda?

05/06/2012 | Por Viviam Santos | Noivas |

Como o nome já diz, o mini wedding nada mais é que uma festa de casamento menor. Nele, apenas pessoas da família e as mais próximas são convidadas. Ou seja, nada de fazer aquela lista enorme só pra agradar familiares ou pra “não ficar chato” de convidar aquele primo que você não tem mais contato.

Um bom número máximo para um mini wedding está em 100 pessoas. Acima disso, o conceito já fica mais longe…

Vantagens

– Há a possibilidade de gastar menos com tudo (salão com menos espaço, buffet pra menos pessoas, menos lembrancinhas, etc);

– A festa fica mais íntima e aconchegante aos noivos e aos convidados, já que são apenas para pessoas do seu convívio;

– Os noivos podem conversar e interagir mais com os convidados, já que não são muitos;

– Este tipo de casamento fica mais a cara dos noivos, já que é uma festa para os chegados de ambos e costuma-se deixar a decoração mais intimista;

– A festa pode ser feita na casa de um parente ou dos próprios noivos (ou pais);

– A cerimônia pode ser ou não junto com a festa de mini-wedding, e quase sempre é neste conceito (fica ainda mais intimista);

– Há a possibilidade de gastar mais, por ser pouca gente, e a festa ficar mais chique!

Ou seja, a festa ser “mini” não quer dizer que é com menos coisas! Às vezes, pelo contrário… Convidando menos gente, você consegue gastar mais em detalhes sem ainda ficar caro.

Como dito nos tópicos, o “mini casamento” deve ter mais a cara dos noivos, portanto, personalização na maioria das coisas é muito bem-vinda!

Como fazer

Abaixo, algumas dicas do site CasamentoClick (site que auxilia noivos para achar fornecedores de casamento):

– Arranjos, lembrancinhas, entre outros detalhes da decoração podem ser personalizados. Dedicar-se aos trabalhos manuais pode deixar a festa mais charmosa e com a cara dos noivos;

– Aproveite o talento do casal. Coloque o noivo para tocar algum instrumento enquanto a noiva caminha até o altar, deixe a noiva soltar a voz ao invés de contratar uma cantora… Além de emocionante, esse tipo de surpresa fica na memória de todos os presentes;

– Não deixe o set-list a cargo do DJ. Em um dado momento da festa, também pode ser interessante ouvir a noiva ou o noivo discotecando suas músicas favoritas. Alguns casais preferem ainda tocar algum instrumento ou cantar aquelas canções mais marcantes;

– Vestido de noiva minimalista também é sinônimo de elegância e glamour, especialmente aqueles feitos com tecidos como seda ou cetim;

– O bolo tradicional, muitas vezes, não agrada todos os paladares. Uma opção é servir uma mesa com tortas e cupcakes – super na moda hoje em dia, e muito mais econômico.

Algumas fotos inspiracionais para mini wedding!


Festa em quintal.


Bela cerimônia com poucos convidados no local da festa.


Dá para espaçar mais as mesas e enfeitar com balões ou luminárias japonesas, como na foto.


Convidados bem dispostos num jardim e decoração iluminada completa o visual.


Dá pra investir em pista de dança, pra quebrar o “caseiro” e ser uma área convidativa para dançar!

Quem curte?

Eu particularmente, amei a ideia! Tanto que já imagino o meu assim…

Página 3 de 41234