Arquivos da categoria: Noivas

Estou devendo esse post sobre como foi meu casamento já faz 1 ano, mais ou menos! Mas antes tarde do que nunca, né? 😀

No post Dicas para casamento com recepção bolo e champanhe, que eu postei em 2013, esclareci muitas das coisas que eu faria no meu casamento, que aconteceu dia 20 de abril de 2014. Mas, como algumas noivas leitoras ficaram com dúvidas de como foi realmente e resolvi escrever contanto.

Então lá vai! Muita informação com muitas fotos, pra compensar a minha mancada na demora em postar. 😉

Casamento bolo e champanhe

Continue lendo

Há alguns meses falei aqui no blog que meu noivo e eu havíamos decidido fazer festa no casamento. Porém, aconteceram algumas reviravoltas financeiras que nos fizeram desistir da festa.

Afinal, como hoje em dia é o casal que geralmente paga tudo, deve reconhecer sua realidade e não dar o passo maior que as pernas!

Como só uma cerimônia não me deixaria feliz, resolvi procurar saber mais sobre o “bolo e champanhe”. Eu adorei tanto que decidi por essa opção.

 photo bolo-champanhe_zps782c63b3.jpg

Sabemos o que é bolo e champanhe, mas a recepção não é só isso!

Portanto, para ajudar os noivos que, como eu, querem fazer algo pós-cerimônia a todos os convidados para não passar batido, mas não têm dinheiro o suficiente para dar uma festa convencional de casamento ou não concordam com o dinheiro gasto nesse tipo de evento (olá!), aqui vão minhas dicas para esse tipo de recepção e o que eu optei, como exemplos para suas decisões.

Uma foto panorâmica do local que escolhemos, em Americana (SP).

O que é “bolo e champanhe”?

No “bolo e champanhe” os noivos disponibilizam uma mesa com o bolo (falso ou não), docinhos ou outros petiscos rápidos. Também serve-se bebidas com a champanhe no brinde, e outras para quem não bebe bebidas alcoólicas. E claro, água! Não nos esqueçamos do básico.

Vantagens:

  1. Recepção rápida e gostosa. Os convidados podem ficar em pé, já que é algo rápido – apenas para os noivos passarem cumprimentando e fazendo um social (que não teria se tivesse só cerimônia), que dura de uma a duas horas.
  2. Menos gastos do que uma festa. Os noivos, apesar de terem comemorado de uma forma o casamento com seus convidados, terão menos gastos com: tempo do aluguel do local e tempo dos contratados (assessora, banheirista, garçons, músicos). Sem contar os gastos economizados se vocês fizessem uma festa: buffet (o mais caro), DJ ou banda, local grande para festa, mais banheiristas, mais seguranças, mais tempo dos serviços como o da assessora de casamento, etc.
    No meu caso, só a parte do bolo e champanhe custará cerca de R$2.500,00 – claro, tirando o valor do local, fotografia, assessoria e o que mais teria apenas na cerimônia. Para uma festa, antes de decidir por essa recepção, eu calculei que seriam gastos mais ou menos 14 mil reais (a mais básica das festas), além dos gastos da cerimônia!
  3. Por ter menos gastos, você pode investir mais na lua de mel e na moradia!
  4. Os noivos têm menos deveres e aproveitam mais do que numa festa. Onde os noivos ficam cumprindo etapas pré-determinadas (valsa, fotos ou cumprimentos de mesa em mesa, assistir a apresnetação ou vídeo preparado, dançar mais um pouco, etc). Mais um ponto positivo para o bolo e champanhe, onde os noivos brindam, comer o bolo e já vão socializando com os convidados que estão ali juntos, e não separados por mesas.
  5. É uma opção para não passar batido. A quem não quer ou não pode dar uma festa, mas quer ter algum tipo de comemoração e interação com os convidados.

Dicas para casamento com bolo e champanhe

  1. Feche um local onde você possa fazer tanto a cerimônia quanto o brinde. E ele pode ser pequeno! Mais em conta que um local para festas grandes. Mas claro, precisa ter banheiro!
    Como não fizemos questão de igreja, fechamos um local semi aberto (a cerimônia será ao ar livre), rústico, com bastante verde e flores. O local é alugado geralmente só para cerimônia ou para churrascos com até 300 pessoas. Terá um banheiro à disposição.
  2. Contrate uma assessora de casamento! É uma recepção e uma cerimônia, normal, você precisará muito da ajuda dela no dia para coordenador os serviços e as pessoas – os noivos, padrinhos e madrinhas e convidados.
    Eu contratei uma que irá levar duas assistentes para ajudá-la, assim, elas podem receber os convidados e coordená-los enquanto a assessora auxilia os noivos, principalmente.
  3. Não se esqueça da foto e filmagem! Esse ainda é um momento único que deve ser registrado. Quem não investe nesse serviço sempre se arrepende depois.
    Contratamos um que faz imagens (foto e vídeo) em HD, especializado em captar momentos de um modo “jornalístico” – não precisaremos ficar toda hora posando pra foto e, com isso, as fotos ficarão espontâneas.
  4. Contrate uma banheirista para deixar o banheiro limpo! Como eu disse, não nos esqueçamos do básico.
  5. Contrate um ou mais seguranças, dependendo do número de convidados e do local escolhido, principalmente para vigiar o local de fora e os carros estacionados.
  6. Também pode ser contratado um músico (por exemplo, um violinista ou um saxofonista) para tocar música ao vivo durante essa “mini comemoração”.
  7. Faça sua cerimônia e bolo e champanhe num horário longe de refeições, para que seus convidados não passem fome! É apenas um brinde com alguns petiscos doces.
    No meu caso, a cerimônia será iniciada por volta das 16h30 para que às 17h30 (máximo 18h) os doces e o bolo sejam servidos com as bebidas.
  8. Convide o menor número de pessoas possível. Bolo e champanhe combina com o “mini wedding” (ou mini casamento), quando há no máximo 100 pessoas – afinal, imagine um monte de gente em pé e o quanto de petiscos terão de ser expostos nas mesas.
  9. Quando decidir por esse evento, tenha em mente: não é propriamente uma festa. Portanto, não se preocupe em não servir salgados e coisas que sustentem muito. Afinal, será num horário estratégico para evitar a fome dos convidados e ótimo para comer uns docinhos!
  10. O brinde com a breve comemoração dura de uma a duas horas. Até mesmo para evitar que as pessoas fiquem muito tempo em pé, sintam fome, se cansem, etc.
  11. Disponha alguns bancos pelo local do brinde para que os mais velhos, deficientes, gestantes, e os mais cansados possam se acomodar.
  12. É bom também ter algumas mesas livres para quem quiser ter apoio para copos ou para o pratinho de bolo.
  13. Como o forte deste tipo de comemoração é a comida, invista menos na decoração para investir mais na qualidade das comidas, principalmente do bolo!
  14. Com o bolo, a mesa pode ser repleta de doces! Doces é o forte desse tipo de comemoração.
    Para um pouco mais de 100 pessoas, fechei 500 doces no total, sendo quatro tipos, para todos os gostos: chocolate com maracujá, chocolate com limão, camafeu e um enroladinho de castanhas. 
  15. Falando em bolo, hoje está na moda o “naked cake” (ou “bolo pelado”). O bom dele é que pode ficar fora da geladeira por ser feito com base na massa de pão de ló! Ou seja, além de lindo, vocês não precisam contratar um bolo falso. Ele fará parte da decoração e é bem gostoso.
    No meu casamento terá três bolos pelados totalizando 10 quilos, para um pouco mais de 100 pessoas (em torno de 100 gramas por convidado). E o melhor: ficou mais barato que um bolo de geladeira que eu iria contratar. Além da economia de 150 reais do bolo falso.
  16. Para quem não gosta de doces ou para que os convidados não enjoem de só comer isso, podem ser servidos petiscos salgados.
    Eu preferi servir apenas doces, já que será uma rápida comemoração e todos que irão gostam de doces.
  17. O que combina com petiscos e principalmente doces é café! Uma mesa com alguém servindo um café feito na hora fica bem legal.
    Estou pensando sobre essa ideia, para quebrarmos um pouco o doce.
  18. Entre as bebidas podem estar: refrigerantes, sucos, chá gelado, chá quente e café. Entre as bebidas devem estar: água e champanhe. Não recomendo: cerveja, vinho e outras das mais fortes. Afinal, é uma comemoração mais leve e, novamente lembrando, rápida. Os sucos podem estar dispostos em garrafões com torneira, que fica muito charmosso! Os refrigerantes podem ser dispostos em garrafinhas com canudos nas mesas!
  19. Aliás, a água deve estar à vontade para os convidados antes mesmo da cerimônia. Deixe um local com garrafinhas ou copos de água para que eles peguem quando necessário.
  20. Não esqueça de colocar lixeiras em alguns locais! Atente-se ao básico…
  21. Contrate alguns garçons para servir as bebidas e o bolo. Creio que quatro garçons pra passar servindo as bebidas e os bolos sejam suficientes para cerca de 100 pessoas (eles não ficarão atendendo muitos pedidos, eles podem dispor várias bebidas e ir passando pra quem quiser pegar). Os doces e café (se tiver) podem ficar em cima da mesa e os convidados se servem.
  22. Caso prefira contratar menos garçons (já que cada um cobra em torno de 100 reais para esse serviço): você pode contratar dois garçons para que cortem o bolo e sirvam copos (com água, champanhe e outras bebidas) na própria mesa de bebidas e na do bolo. As pessoas se servem nas mesas e, quando for acabando copos e bolos na mesa, os garçons vão repondo.
    Esse caso é o que preferi para o meu.
  23. Socializem com os convidados, já que o bolo e champanhe permite que a proximidade do casal com seus convidados seja maior do que seria numa festa!
  24. Na saída da recepção, sirva as lembrancinhas! É uma recepção como qualquer outra e, ao ir embora, o convidado pode receber esse mimo.
    Eu fechei bem-casados mesmo. E colocarei a assistente da assessora para servir um por convidado.
  25. Faça a decoração ficar bastante charmosa! E menos luxuosa. É uma simples comemoração. E você economiza nos itens de decoração que, quanto maiores e luxuosos, mais caros são.
  26. Façam algumas coisas vocês mesmos, para a comemoração ficar ainda mais com a cara do casal, que fique aconchegante e, claro, mais em conta do que uma decoração inteiramente contratada.
  27. Procure por “DIY wedding” ou “champagne reception” no Google e inspire-se! Em inglês achamos mais coisas.
    Eu peguei algumas ideias na internet e vou fazer eu mesma algumas coisas: lanternas de papel compradas no Ebay (baratíssimas por lá), pintarei garrafas para dispor as flores a serem compradas, e irei dispor retratos com fotos nossas na mesa da entrada do local.
  28. Escolha um vestido leve e sem calda para andar entre convidados e um calçado confortável para interagir neste momento. Aproveite cada segundo!
  29. É uma recepção aos convidados que, mesmo simples, deve ter sua atenção antes do grande dia e um pouco no dia – o resto quem cuida é a assessora. No dia, não deixe de curtir a pessoa com quem você está casando! Afinal, quem mais deve importar pra você neste dia é ela e é por esta pessoa que está ali. 🙂

Agora que decidimos comemorar nosso casamento de alguma forma, meu noivo e eu procuramos formas de economizar nos detalhes – como em convites, que eu mesma vou fazer, e em decoração.

A decoração provavelmente teremos que gastar com flores e velas, para complementar, mas uma ideia genial é colocar garrafas de vidro e potes como centros de mesa! Fica romântico, clássico e a mesa não deixa de ser social e elegante.

Na verdade já é usado em muitos casamentos, como o da Sammia do blog Casando Sem Grana, e no Pinterest há várias inspirações.

Fiz um apanhado de imagens na internet pra inspirar as noivas que, como eu, irão adorar colocar essa ideia em prática! E vão adorar economizar na decoração, é claro.



Garrafas de vidro para casamento
Garrafas marrons, sem pintar nem nada, mas charmosas com combinação de flores.


Difícil de achar, mas garrafas azuis são lindas! Você também pode pegar garrafas transparentes e pintá-las, como veremos.


Não imaginava que essa combinação de cores ficaria tão linda!


Com um prato embaixo e decorações extras, como rolhas, para complementar.


Amarradinhas.


Minha combinação de cores favorita! Estou cogitando fazer neste estilo o meu.


Com papel estampado, de scrapbook, enrolado junto com uma fita ou corda. Fofo!


Tecido enrolado com fita ou corda amarrada. Calha bem para casamentos em chácaras!


Lilás não tem como não ficar lindo.


Rosa…


Garrafas pintadas por dentro. Adorei! (A última imagem do post ensina como fazer.)


Prateadas por dentro… Chique!


Douradas por dentro… Mais chique ainda.


Aqui a autora da arte usou cola quente para escrever, mas tinta relevo (de artesanato) faz bem o trabalho e deve ficar mais bem feitinho. Aliás, escrever o número da mesa dessa forma é uma boa ideia. E pintar de fosco depois? Lindo.


Fosco, número da mesa pintado, e enrolado com strass. Fica bem sofisticado e mais contemporâneo.


Misturando com outros itens, como latinhas. Romântico!


Garrafas enroladas com barbante. Rústico!


Mais uma com latinha. Garrafa enrolada com barbante e porta retrato.


Roxo e verde!


Ideia de potes com vela e corda amarrada para acrescentar charme à mesa.

Pintar interior garrafa
Um tutorial simples de como pintar por dentro da garrafa!


Estou em dúvida com tantas opções… <3

Página 1 de 41234