Arquivos da categoria: Maquiagem

Uma sombra que sempre uso, seja para o dia ou em looks mais elaborados para a noite, é a laranja opaca – por incrível que pareça. Ela é super versátil e deixa qualquer maquiagem mais bonita e sofisticada.

Para mostrar como a uso no dia a dia, lanço esse primeiro tutorial no canal do Mulherando no YouTube com a Rule, da MAC (um laranja que fica ótimo pro meu tom de pele). Mas você pode usar a sombra laranja que mais der certo pra sua tonalidade, ok?

Make com sombra laranja para o dia

Assista abaixo e não se esqueça de curtir o vídeo lá no YouTube, pra me ajudar, combinado? 🙂

No próximo post/vídeo, eu irei mostrar como eu uso difusor no meu cabelo, mas logo chega também o vídeo com um tutorial de make com sombra laranja também para a noite! Inscreva-se no canal para receber a notificação dos novos vídeos. 😉

Volto com mais um vídeo do canal do meu canal no Youtube – aliás, estou viciada em fazer vídeos! Comecei tímida e agora estou adorando, porque acho mais fácil de explicar o que quero. Enfim! O tema do vídeo dessa vez é sobre as maneiras diferentes de aplicar base (líquida ou cremosa).

Formas de aplicar base - com dedos, esponja ou pincel

Veja no vídeo todas as formas, detalhadamente:

Se gostar, não se esquece de curtir o vídeo lá no YouTube? Vai me ajudar bastante!

E se você prefere conferir em texto, explico abaixo as 5 maneiras.

Aplicação de base com os dedos

Com os dedos, você pode aplicar a base com formas circulares. A cobertura fica mais natural.

Vantagens: Consegue espalhar a base mais rapidamente, com as duas mãos ao mesmo tempo em cada lado do rosto; acessa os pontos mais difíceis com facilidade.

Desvantagens: Eu acredito que desperdiça produto, porque a pele o absorve; ao invés de aplicar bem o produto, você o espalha, então pode “arrastar” produto e não ficar uma cobertura uniforme.

Aplicação de base com o pincel língua de gato

Aquele pincel de cerdas sintéticas e compridas, achatado, é conhecido como “língua de gato”. Com ele, você passa a base com ele inclinado (a uns 10 graus do rosto), em movimentos retos – para baixo, para os lados ou para cima.

Vantagens: Você consegue uma cobertura mais alta se quiser; talvez absorva pouco produto.

Desvantagens: Faz “riscos” com a base na pele, e você precisa suavizar essas linhas com os dedos ou com uma esponja, dando batidinhas; a aplicação é um pouco mais demorada.

Aplicação de base com esponja (tipo a Beauty Blender)

Com a esponja no formato oval, você deve mergulhá-la em água ou deixá-la uns segundos em água corrente, apertando-a depois para tirar o excesso. Depois, aplica a base com o lado mais gordinho, dando batidinhas com essa parte da esponja no rosto.

A esponja que usei no vídeo é a da Marchetti (embora no vídeo eu tenha falado que é da Kiss, ops).

Vantagens: Com batidinhas, a aplicação fica bem uniforme; você consegue fazer uma cobertura mais alta se quiser; a aparência fica “limpa”, sem marcas como alguns pincéis deixam.

Desvantagens: Apesar de molhada absorver pouco produto, ainda absorve um pouco, sim. (Talvez as de marca mais famosas, como a própria Beauty Blender ou da Real Techniques, absorva menos.)

Aplicação de base com pincel duo fiber

O duo fiber tem cerdas longas no geral, mas tem 2 tipos delas: uma mais comprida e outra mais curta. Você aplica a base com movimento circulares e com a mão “leve”, alternando com movimento de vaivém para cobrir determinadas regiões do rosto.

Há marcas que usam cerdas sintéticas junto com naturais, mas o que eu uso, da Macrilan (não há número de referência, é o modelo duo fiber deles normal), são só cerdas sintéticas.

Vantagens: Cobre rapidamente as áreas com os movimentos circulares, principalmente se o pincel for médio ou grande; cobre uniformemente a pele; dá um acabamento bonito (parecido com o de airbrush ou aerografia); desperdiça pouco produto (creio que os espaços que ficam entre as cerdas sintéticas, diferentemente do pincel língua de gato em que as cerdas ficam bem juntinhas, ajudam nisso).

Desvantagens: Não me lembro de desvantagem alguma! 🙂

Aplicação de base com pincel kabuki reto

O kabuki de cerdas de topo reto ou chanfrado (na diagonal, como o que eu uso no vídeo) tem cerdas bem juntinhas e é denso. Com movimento de “puxar” em cima da pele e movimentos circulares, até mesmo dando batidinhas em alguns pontos, você consegue aplicar a base.

O meu é também da Macrilan, o modelo “pincel chanfrado para base” (não há número de referência).

Vantagens: Aplica bastante produto de uma vez e você consegue fazer uma alta cobertura (depende também da sua base); permite que manchas sejam bem cobertas com a base; espalha o produto uniformemente.

Desvantagens: O meu pincel kabuki chanfrado marca com alguns “riscos” a pele com a base, mas ainda menos que o pincel língua de gato; também tenho a impressão que o kabuki aplica mais base em menor região do que os outros, fazendo com que você use mais produto, então há esse tipo de desperdício (que pode ser bom se você quer uma cobertura mais alta).

É isso! Essas são as formas e as minhas impressões sobre cada uma forma de aplicar base.

Como eu também disse no vídeo, essas maneiras também servem para aplicar corretivo, mas de modo mais suave e delicado, muitas vezes com “batidinhas” mesmo.

E você, qual forma mais prefere?

Meu primeiro vídeo de resenha é sobre a nova base da Maybelline, a Fit Me. Falo no vídeo todos os detalhes dela, as minhas impressões, e, claro, como ficou a base após algumas horas. Lembrando que a tonalidade que comprei foi a 110 Claro Real. A marca tem 19 tonalidades.

Falando nisso, já se inscreveu no canal? 🙂

Assista ao vídeo abaixo!

E você, já experimentou? O que achou da Fit Me?

Página 1 de 2612345...1020...Última »