Arquivos da categoria: Beleza

Fui ao evento de lançamento da coleção primavera-verão 2013 da Risqué, chamada de “Brasil por Risqué. Gastronomia”. As 6 novas cores, que ainda neste mês devem estar à venda, levam nomes de comidas salgadas e doces em homenagem à gastronomia brasileira – como o próprio nome diz.

Cores e swatches:

Geleia de Pitanga: vermelho vibrante – cremoso;
Caipiroska Curaçao: azul turquesa – cintilante;
Risoto de Mandioquinha: laranja – cremoso;
Manjar de Tapioca: bege claro (nude) – cintilante;
Suflê de Goiaba: vermelho rosado – cintilante.
Marshmallow de Alfazema: azul com tom lilás – cremoso;



E já passei o Caipiroska Curaçao! 🙂

Aplicativo Risqué

O evento também lançou o aplicativo mobile e web da Risqué, que simula virtualmente a aplicação de esmaltes nas unhas. A busca poderá ser feita através do filtro por tipo de esmalte, coleção ou edição especial da marca. O app está disponível para iPhone. A Risqué divulgou que também estaria disponível para Android – eu ainda não achei lá, até o momento desta postagem.

Aplicativo melhorado do simulador na web.

Nesta semana eu fui cortar meu cabelos no salão Blend, de São Paulo, à convite do proprietário Eron. Um super profissional! Considerado mesmo um dos “tops” em São Paulo.

Também fiz a hidratação System Professional, da Wella.

Quando eu cheguei, Eron perguntou: “Você confia em mim?”. Após a minha pronta resposta positiva, mal eu sabia que minhas madeixas ficariam bem mais curtas do que eu imaginava.

A experiência…

Eu estava infeliz com o corte do meu cabelo, que só ficava bom se eu arrumasse muito – e só no primeiro mês. Depois, foi ficando “quadrado”, sem leveza, e as mechas menos cacheadas (que ficam no topo da minha cabeça) caíam por cima dos cachos, escondendo-os e deixando o visual bagunçado.

Na verdade, a profissional tinha feito um corte pra cabelos lisos. Para cabelos cacheados, cortes sem muita escalada não dá certo.

Para mostrar a diferença de corte, tive que fazer um “antes” e mostrar essa minha face trakinas… Que com o corte quadrado, fica ainda mais redonda.

Eu queria deixar meus cabelos crescerem, pois daqui (talvez) poucos anos, casarei e gostaria de entrar no corredor do “sim” com os cachos longos… Mas não adianta nada se é um longo que está feio. Então já fui mais ou menos com a ideia de que ele iria cortar um bocado para “assentar” os cachos.

Depois da hidratação, veio a proposta de Eron: “Você acha muito curto o corte da Meg Ryan, no filme Cidade dos Anjos?”. Eu prontamente respondi: “Acho!” 😀 – mas resolvi arriscar mesmo assim. O Eron disse que o corte iria afinar meu rosto e meu look iria ficar mais jovem.

Algumas tesouradas depois…

Quando ele secou – com difusor, embora eu não goste muito porque o acessório deixa o cabelo muito mais armado do que eu gosto -, olhei no espelho e vou ser sincera: assustei! E soltei um “acho que eu nunca tive cabelo tão curto”. Ele riu dizendo que eu iria me acostumar e acabar gostando.

De fato eu parecia mais velha, ou conservadora demais! E de fato eu gostei do resultado. Aliás, ao postar a foto do novo look em meu Facebook, mais de 30 pessoas curtiram e muitas delas comentaram elogiando. Ou seja, acho que o resultado foi mesmo positivo!

Por tudo isso, o meu sincero agradecimento ao Eron! 🙂

Quando o profissional é confiante de si e tem a carreira como a dele, a gente tem mais é que confiar mesmo. Ele já trabalhou com Wanderley Nunes, Celso Kamura e Marco Antonio de Biaggi; agora abriu o Blend. Eu não poderia não confiar nele.

Além disso, ele é visagista e especializado em texturas de cabelos – ele prefere valorizar as formas dos cabelos de cada mulher, de preferência sem uso de químicas de alisamento ou relaxamento. Sempre achei essa postura a ideal em um profissional de beleza.

Ah! A hidratação foi feita com o “tratamento personalizado de proteção da cor”, devido às mechas já antigas que tenho nos fios. O profissional lava o cabelo com shampoo, depois aplica o produto com pincel, massageia bastante e deixa agir por uns 10 minutos – no meu caso, eles envolveram minha cabeça com uma toalha morna, para que as escamas dos fios abrissem para a hidratação penetrar melhor. Depois lava-se normalmente.

É claro que o corte ajuda, mas a hidratação junto deixa os fios bem mais brilhantes e leves.

Dicas de Eron para cabelos cacheados

Conversando com ele, consegui algumas dicas para as cacheadas…

– Peça ao profissional um corte escalado (em camadas), que deem leveza e que as mechas se “encaixem” no resultado final;

– Corte as pontas a cada dois meses para tirar pontas duplas, porque elas quebram os fios conforme eles vão crescendo;

– Aprenda qual é a textura dos seus cabelos para saber onde pedir pra cortar mais, ou onde cortar menos – de forma que não mude no visual final do corte.

Agora, vou mostrar outro lado de algo que eu disse aqui no blog…

Comentei com ele sobre o corte à vela que falei em outro post, e ele é totalmente contra! Segundo ele, os fios que “saem” para fora ao enrolar a mecha, são fios novos ou quebrados, mas que estão crescendo. Quando o fogo queima eles, corta o que está crescendo e ainda danifica devido ao calor. Quando fiz o cabelo ficou brilhante, porque estava com esses fios “escondidos” no cabelos, mas depois realmente eles devem ter crescido… Porque o tal do “frizz” voltou. Ou seja, o melhor mesmo é o corte tradicional!

E aí, curtiram? Arriscariam nesse curto?

O serviço:
Para quem se interessou pelo trabalho da Blend e do Eron, é preciso guardar uma graninha se você é “humilde” como eu… O corte fica em torno de 280 reais. Mas posso dizer que nunca tive tão bom atendimento quanto tive lá! Além de ser um salão lindo e chique.

Endereço: Rua Dr. Eduardo de Souza Aranha, 221, Itaim Bibi
Telefone: (11) 3045-3330

Após muitas experiências com meus cabelos cacheados, posso dizer que aprendi vários truques que nem cabeleireiros sabem. Meus pais e meu namorado mesmo dizem: após eu voltar do salão com os cabelos em suas formas naturais, que eu sei cuidar deles melhor que a(o) profissional. É sempre assim; e olha que já fui a muitos salões!

Em 2010 eu falei no blog como eu cuidava nos meus cabelos, aqui, mas aprendi mais algumas dicas. Então falo aqui as dicas daquela época, e novas.


– Primeiramente, é preciso cuidado e paciência sempre! Cabelos cacheados ou crespos merecem atenção especial, tanto na hora de cuidar quanto na hora de modelar. Talvez por isso muitos profissionais não modelem bem, porque requer tempo e paciência; os horários deles são apertados.

– Melhor que usar pente de dentes largos, é usar os dedos para desembaraçar! Após o shampoo, espalhe o condicionador por todo o cabelo e desembarace com os dedos (isso mesmo, no banho!), cuidando para que não quebre os fios embaraçados – apenas soltando-os. Com o pente você não saberá onde há nó, e ele irá quebrar os fios.

Condicionador sempre! O shampoo limpa e abre as escamas dos fios. O condicionador é necessário para nutrir e fechas as escamas dos fios.

– Cabelo brilhante é cabelo limpo! Ensaboe os cabelos com shampoo em duas aplicações seguidas.

– Como passamos muitos cremes leave-in, e também devido à poluição, é importante usar um shampoo antirresíduos uma vez por semana. Depois, usar o condicionador. Assim, os fios ficam limpos e brilhantes.

– Após a lavagem, aplicar o leave-in sem enxágue e secar de baixo para cima com papel toalha! Que irá absorver mais a água e menos creme – em comparação à tolha. Depois pode-se secar com o secador ou difusor.

– Se não que gastar papel toalha, use a toalha normal… Mas antes de aplicar o leave-in.

– Caso queira secar os fios e não tenha difusor, amasse para cima com as mãos as pontas dos cachos (mecha por mecha) e posicione o secador com jato de ar morno de cima para baixo, na direção das pontas – abra a mão um pouco para que o jato de ar fique nas mechas amassadas.

– Uma coisa que sempre faço é enrolar com os dedos mecha por mecha, após lavar e aplicar o leave-in, para que os cachos sequem mais definidos. Depois de secos, caso você queira mais volume, pode desfazer um pouco essas mechas enroladas. E caso você não queira ter todo esse trabalho, pode enrolar as mechas ao redor do rosto e aquelas que você sabe que enrolam menos que outras mechas.

– Evitar prender os cabelos, mas quando isso acontecer, prenda-os apenas com meia-calça ou prendedor de mola (de plástico), vendido por aí – parece fio de telefone antigo. São prendedores que evitam que os fios quebrem ao serem presos. O de meia-calça é o mais indicado.

Contem aqui nos comentários os experimentos e dicas! E se esses truques funcionaram… 🙂

Página 4 de 16« Primeira...23456...10...Última »