Existem muitos tipos de óleos usados na cozinha e eles são utilizados de diversas maneiras. Eles são tão importantes quanto os carboidratos e as proteínas, pois auxiliam no transporte das vitaminas, participam na produção de hormônios e dão sabor aos alimentos. Porém algumas moderações devem ser feitas, por conta da quantidade de ácidos graxos. Ou seja, para quem faz dieta ou até mesmo pessoas com problemas do coração, alguns óleos são um grande risco a saúde, devendo ser usado com cautela.

O consumo ideal de uma família com quatro pessoas é uma embalagem de 900 ml por mês. Isso significa uma pessoa consumir, por dia, 7,5 ml, o equivalente a uma colher de sopa.

Uma dica legal é preparar uma panela de arroz, com apenas uma colher de óleo. E também evitar aquecer muito o óleo, pois ele acaba perdendo todas as propriedades benéficas para a saúde e se tornando o contrário. Se for utilizá-lo para frituras, de maneira nenhuma você deve reaproveitá-lo.

Podemos encontrar em supermercados vários tipos de óleos: de soja, canola, girassol e o de milho, azeite de oliva – os mais comuns. E até mesmo os menos comuns: óleo de coco e óleo de linhaça.

Todos esses óleos apresentam benefícios para a saúde por conter ácidos graxos ômega-3 e ômega-6, que são substâncias antiinflamatórias e por serem ricos em gorduras monoinsaturadas, colaboram com a redução da pressão arterial e previne doenças do coração, aumentando o HDL e reduzindo o LDL. O importante é lembra que devem ser consumidos moderadamente.

O azeite de oliva, por exemplo, tem propriedades chamadas fitonutrientes, que são substâncias que mantém fígado, vesícula e os sistemas imune, digestivo e cardiovascular em dia. Porém o ideal é não aquecê-lo, pois ele se transformará em uma gordura saturada e perde assim todo seu benefício, deixando de ser saudável.
Apesar de alguns estudos indicarem que a gordura do coco pode ser utilizada como acelerador de metabolismo, seu consumo deve ser moderado, pois é uma gordura saturada e a recomendação para esse tipo de gordura é somente 10% do consumo calórico total diário.

Calorias presentes em diversos tipos de óleos

Equivalente a aproximadamente 15 gramas (1 colher se sopa)

Óleo de soja: 135 calorias;
Óleo de canola: 135 calorias;
Óleo de girassol: 124,2 calorias;
Óleo de milho: 90 calorias;
Óleo de coco: 135 calorias;
Óleo de linhaça: 75 calorias;
Azeite de oliva: 90 calorias.


Sendo assim, o ideal é escolher um tipo de óleo que, além de servir de diversas utilidades na culinária, também te ajuda a ter mais qualidade de vida. Muitas vezes o simples fato de trocar o tipo de óleo da preparação é possível ter uma alimentação mais saudável, sem alterar o paladar.

email
  • Pingback: Viviam Santos()

  • ivone souza

    nao gosto,muito de comer o oleo mais meu marido adora muito oleo?