Após anos mantendo os cachos, descobri alguns produtos que foram ótimos para o meu cabelo. Então, aqui elejo os 5 que eu mais gostei e os indico com toda certeza para quem tem cabelos cacheados e crespos.

Confira no vídeo lá do meu canal no YouTube!

Os produtos que indico no vídeo:

  • SuperCream Creme de Coco para Cachos – Deva Curl

É o meu segundo favorito para definir os cachos. É um creme bem hidratante e denso, que ameniza bastante o frizz e define os cachos. O bom desse creme é que ele forma uma película envolta dos fios que pode ser “quebrada” após o cabelo secar – ficando mais definido.

  • Catwalk Curls Rock Amplifier – Tigi

É o meu preferido de todos os tempos! Tem textura bem pegajosa, que rende bastante, e faz os cachos ficarem muito definidos. A película que ele forma nos cabelos é ainda mais forte que o do SuperCream da Deva. Infelizmente, tem valor muito elevado no Brasil, mas pode ser comprado no exterior.

  • Pudding Curly Wurly – Lola Cosmetics

O creme da nacional Lola Cosmetics é um creme que define e ameniza o frizz, de forma mais leve que os cremes citados anteriormente. Ótimo para quem quer um produto de textura leve e que não pese nos fios, mas que ainda defina um pouco.

  • Mousse Modeladora Valorize – Amend

Excelente aliado para controlar o frizz do cabelo, definir mais as formas e ainda proteger do sol e do secador, chapinha e babyliss – pois é um protetor solar e térmico. É um mousse que rende bastante e é bastante versátil para o uso no dia a dia, pois também serve como um produto para redefinir os cachos no day after (nos dias em que não se lava os cabelos).

  • Argain Oil – Lola Cosmetics

O óleo de argan da Lola dá brilho e um pouco de maciez aos fios, além de amenizar o frizz. Adoro usá-lo para quebrar a película do creme leave-in após a secagem do cabelo. Tem um cheiro maravilhoso (lembra perfume masculino, mas fica bem suave nos fios).

E você, usa algum desses? Recomenda outros? Comente! :)

#redlipsday2016 Mulherando

Esse post é uma participação no #redlipsday2016 sobre “A beleza de fugir dos padrões e ser feliz com suas escolhas” – campanha da Mulher Vitrola -, e achei muito pertinente contar minhas experiências aqui.

Eu não era de me aceitar como hoje. E tenho ainda muito a melhorar. Já perdi a conta de quantas vezes me peguei pensando em alisar o cabelo (o que já fiz e muito), ou que preciso emagrecer para ir a um evento, praia, voltar a vestir M, etc.

Mas paro e reflito: você realmente quer isso pra você ou para tentar ser aceita?

Essa é a pergunta que faço pra você também, leitora, sobre as coisas da sua natureza que você quer mudar.

Nesses meus quase 30 anos, já ouvi diversas frases que tinham o intuito de me fazer quem eu não sou fisicamente:

“Faz ela tirar o batom vermelho. Isso é coisa de puta.”
(Aos 14 anos usando meu primeiro batom vermelho ouvi essa frase de um parente falando de mim, enquanto estava escondida no outro cômodo.)

“Seu cabelo é Bombril.”

“O cabelo da Fulana é ruim.”

“Passe esse produto pra tirar o volume do seu cabelo.”

“Por que você não faz relaxamento ou progressiva?”

“Você fica melhor de cabelo liso.”

“Nossa, cortou seu cabelo curto! Bom, ainda bem que cabelo cresce.”

“Faz uma escova para a festa X.”

“Cabelo crespo ou cacheado não é formal.”

“Usa uma cinta modeladora com o vestido.”

“Você engordou, né?”

“Você é tão nova pra estar gorda.”

“Você tinha um corpo bonito.”

“Quando você engravidar vai ficar enorme, né?”

“Você emagreceu. Está mais bonita.”

“Você cozinha bem, por isso está gorda.”

Sério. Já ouvi pelo menos uma vez cada uma dessas frases.

É assim com toda mulher – TODA – que não se encaixa nesse padrão bela-recatada-e-do-lar – e ser “bela”, para muitas pessoas, é estar magra, de cabelo liso, sem pelo algum pelo corpo nunca, maquiada e intacta 24 horas por dia.

(Você, mulher fora desse padrão, vai poder relatar aí no comentário se já não ouviu pelo menos uma frase dessas acima.)

Se a gente ligar toda vez para o que dizem, nos tornando a tal bela-recatada-e-do-lar, ganhamos exatamente o quê com isso?

Só assédio de todas as formas e mais machismo, coisas com as quais já sofremos bastante, por sinal.

O saldo em mudar pelos outros nunca será positivo.

No máximo, fará com que fique satisfeita por ter emagrecido, estar de cabelo liso e ser considerada “mulher que se respeita”. Só alimentará um ego superficial. Mas apenas temporariamente, até chegar na velhice, quando você não se aceitará naturalmente porque foi condicionada a não se aceitar fora do que é considerado belo.

E você, que já falou de forma direta ou indireta para uma pessoa mudar sua aparência: você é quem tem que mudar. Você é, no mínimo, covarde e preconceituoso(a). Reflita e desconstrua-se!

E você, se já ouviu e ouve as frases que citei na lista, ou outras que não estão nela, seja você por inteira! Estou contigo e não abro! :)

  • Deixe seu cabelo natural vir ao mundo, se isso é o que VOCÊ (sem influência de ninguém mais) deseja.
  • Não emagreça apenas porque alguém diz que você não é bonita gordinha. Se a sua saúde vai bem, aprenda a ser feliz, se sentir bonita e sem culpa em se vestir com peças GG, 46 ou acima destes tamanhos.
  • Use maquiagem se quiser, qual quiser e da forma que preferir usar.
  • Se estiver afim, use batom vermelho até mesmo de dia. E daí?
  • Ou, ainda, não use maquiagem alguma. A escolha é só sua!

O importante é você se sentir você, em sua essência, de bem consigo mesma. É libertar-se de padrões impostos. 

Libertar-se é você ficar livre para decidir ser cacheada, lisa, gordinha, magra, fitness, usar ou não maquiagem. Isso é uma forma de liberdade de escolha.

Então, escolha: ser livre e realmente feliz com você mesma, ou aprisionar-se na ideia de querer agradar aos outros?

Ser feliz consigo mesma e tentar agradar os outros frequentemente são coisas opostas.

Eu escolhi ser feliz comigo e tomar decisões sobre o que faço com a minha aparência apenas por mim mesma. Desde então, estou mais leve – mesmo pesando mais do que dizem que devo pesar.

O primeiro vídeo sobre cabelo do canal lá no YouTube é sobre como usar difusor e finalizar cabelos cacheados ou crespos, com dicas de como deixar o cabelo mais bonito usando o difusor.

Também falo um pouco sobre os dois produtos que adoro usar atualmente na finalização do cabelo: o creme SuperCream Creme de Coco da Deva Curl, e o óleo de argan Argan Oil da Lola Cosmetics.

Confira o vídeo e não se esqueça de curtir e se inscrever lá no canal! :)

Só recapitulando por aqui também, depois que você lavou a cabeça e saiu do banho:

  • Tire todo excesso de água com uma toalha normal ou de microfibra (que não deixa frizz).
  • Aguarde de 15 a 30 minutos.
  • Passe seu creme leave-in por todo o cabelo, nas pontas e mecha a mecha – pode usar o método de fitagem (passando creme com os dedos como se formassem um pente).
  • Aguarde mais uns 15 a 30 minutos – você pode ir adiantando a maquiagem, ou tomar seu café da manhã, etc.
    Comece secando com o difusor na temperatura quente do secador, de baixo para cima (das pontas em direção ao couro cabeludo) – com a cabeça de lado e também virada para baixo. Aguarde cerca de 10 segundos em cada mecha.
  • Faça isso em todo o cabelo e cabeça (incluindo raiz, mas com temperatura mais amena).
  • Finalize com o jato de ar frio para fechar as cutículas dos fios, para o cabelo ficar mais brilhante e com menos frizz.
  • Você pode deixar secar o restante, caso não tenha secado completamente, ou já passar o óleo de argan nas pontas, amassando as pontas de baixo para cima e “quebrando” a película deixada pelo creme de pentear e tornando os cachos mais naturais, brilhantes e macios.
Página 1 de 9912345...102030...Última »